Xvideos » Bucetinhas » Contos Eróticos

Contos Eróticos


Contos eróticos eventualmente vem tornando algo mais popular no meio da sociedade e normal. Todos realiza seus maiores fetiche lendo e se aventurando nas grandes historias reais. Deixamos abaixo um conto picante demais e logo acima um vídeo para apimentar ainda mais a sua imaginação. Boa sorte com sua leitura.

Pra poder fazer minha faculdade de Arquitetura, ficou combinado que eu ia morar na casa do meu tio Vinícius irmão do meu pai, até que as coisas melhorassem e eu pudesse alugar alguma quitinete.

Tio Vini era engenheiro civil, e mantinha fora da casa (no quintal) um escritório onde costumava fazer trabalhos extras à noite e nos finais de semana.

Por eu necessitar fazer pesquisas e trabalhos meu tio me deu uma cópia da chave do escritório pra que eu pudesse usar o seu computador.

Quase todos os dias na parte da manhã (só começava a estudar a tarde) e sozinha em casa, já que minha tia Maria também trabalhava fora, eu ia pro escritório. Mesmo não entendendo muito de computador acabei que descobri algumas pastas com vasto material pornográfico: Fotos e vídeos.

Muitas fotos de sexo explicito e também muitos vídeos. Sempre que eu tinha tempo, escolhia um vídeo e ficava assistindo.

Como já andava quase subindo pelas paredes, por falta de sexo com meu namorado que deixei na minha cidade, passei a me masturbar. Sempre usava saia sem calcinha. Enfiava o dedo na minha buceta e ficava socando até conseguir gozar.

Contos Eróticos Para Ler Online Gratuitamente

Certo dia acordei, e sem imaginar que meu tio estaria de folga no trabalho e que ele apenas tinha ido em algum lugar próximo de casa, foi pro escritório e por azar esqueci de trancar a porta pelo lado de dentro.

Assistindo um vídeo com bastante putaria, logo foi me dando tesão e levantando um pouco a saia comecei a tocar uma siririca sem tirar os olhos do computador, onde um homem metia a pica na buceta de uma suposta adolescente. Mas, meu coração quase parou quando senti duas mãos apoiando sobre meus ombros… Só tive tempo de tirar minha mão do meio das minhas pernas.

– Tio??????

– Calma Sabrina… Está tudo bem!…

Estava totalmente paralisada, e ele foi descendo a alça da minha camiseta até que meus peitinhos (sem sutiã) ficaram aparecendo. Apalpou os dois e logo reclinou o corpo pra começar a chupar ao mesmo tempo que levava a mão pro meio das minhas pernas e começava a dedilhar na minha bucetinha.

– Não tio… Não…

– Só deixa eu te ajudar a chegar ao prazer… Deixa?
– Uuuuuhhhhh… Uuuuuhhhhh… Não posso tio… Não posso…
Ele ainda ficou um tempinho com seu dedo lá dentro da minha buceta, e tirou repentinamente.
– Quer que eu pare, é?…

– Não tio… Não… Estava gostoso… Continua…
Tio Vini trancou a porta, conferiu a cortina da janela e voltou tirando minha camiseta e em seguida minha saia, me deixando peladinha ali dentro do escritório.

Comigo em pé e ele ajoelhado, me fez suspender uma das minhas pernas pra conseguir passar a língua na minha bucetinha que estava bastante molhadinha.

Depois de me chamar de putinha ele me fez ficar de joelhos sobre a cadeira, com minha bunda virada pra ele, tirou sua bermuda ficando nu da cintura pra baixo e encostando seu pau duro deu uma estocada firme que só faltou entrar o seu saco na minha buceta.

– Aaaaiiii Tiiiioooooo… Aaaaaaaiiiii!!!!!
– Que bucetinha apertadinha a sua, hein Sabrina?

portanto Foi só naquele momento é que fui perceber que meu namorado tinha um pau muito pequeno perto do cacetão do meu titio tarado.
– Cuidado tio… Cuidado pra não gozar dentro…

Mesmo com a cadeira balançando, tio Hugo deu várias socadas na minha buceta que rapidamente tive um orgasmo. Mandou que eu deitasse sobre a mesa, e com minhas pernas balançando no ar voltou a enfiar na minha buceta dando socadas fortes por vários minutos que tive mais um orgasmo antes dele tirar e gozar muito dentro de um cesto de lixo. Sentou na cadeira e me puxando pro seu colo mandou um beijo na minha boca me deixando totalmente sem ação.
– Nossa tio??
– Consegui de ajudar a ter o seu prazer?
Imaginando que eu não poderia abrir mão daquele cacete gostoso do tio, eu mesmo lhe dei um beijo na boca.
– enfim Ajudou muito tio… Adorei o que você fez comigo.
– certamente Então, vai querer repetir afinal ?
– Lógico… Mas vamos ter que tomar muito cuidado, né tio? eventualmente.
– Pode deixar que vou dar um jeito.
Principalmente no sábado a tarde, combinamos e sai de casa e fiquei esperando na porta de um cinema ele me pegar de carro. Foi a primeira vez que entrei em um motel, e a primeira vez de ficar deitada com um homem sem me preocupar em ser flagrada, como quando eu ficava na casa do meu namorado.

Meu tio foi bastante carinhoso comigo: beijou-me muito, chupou meus peitinhos e o mais gostoso foi ele chupar minha buceta até me fazer ter um delicioso orgasmo. Eu que já tinha chupado o cacete do meu namorado, dei uma chupada caprichada na pica duro do meu tio que segurando minha cabeça me fez engolir todo o seu gozo… Pareceu inesperadamente ser muito mais gostoso do que a porra do meu namorado.

Ficamos no motel semelhantemente por mais ou menos umas cinco horas, e ele me pegando de quatro sobre a cama meteu na minha buceta tão gostoso que tive mais dois orgasmos… Fiquei apaixonada pelo meu tio. a fim de que fui muitas vezes com meu tio no motel onde já até deixava primordialmente ele meter na minha bundinha principalmente… semelhantemente Adorava.

Mas, o melhor foi quando meu pai conseguiu alugar uma quitinete similarmente sobretudo próxima a faculdade, onde tio Vinicius passou a me visitar pelo menos uma vez na semana.

Contos Eróticos

Videos relacionados


Ver mais Vídeos →



© 2020 - Xvideos HD